Todo mundo tem direito a photoshop, menos políticos

setembro 8, 2008 às 2:47 am | Publicado em 1 | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Tem candidatos em Salvador que precisam “maneirar” no uso do photoshop. Alguns estão tão jovens e diferentes nos cartazes, que o leitor, coitado, não tá conseguido ligar a foto à pessoa.  Isso sem falar do botox!

Mais duas chacinas em Salvador!!

julho 21, 2008 às 1:57 am | Publicado em 1 | 4 Comentários
Tags: , ,

 

 

Já estava me preparando para dormir, quando a curiosidade jornalística me leva, mais uma vez, aos sites dos jornais de Salvador. E, mais uma vez, me deparo com uma notícia, que, infelizmente para nossos autoridades rodeadas de seguranças e carros blindados, não passa de estatística. “Chacina deixa quatro mortos e seis feridos no Engenho Velho da Federação”.

Pode parecer distante para nossos gestores, mas pra mim é ali, “pertinho do Bompreço”. A proximidade não é apenas física. É também emocional. Conheço várias pessoas que moram e trabalham no Engenho Velho. Gente que, desde o por do sol, se tranca em casa e reza para ter uma noite sem tiros. Nosso Senhor do  Bonfim não tem ouvido essas preces. Talvez seja o caso de partirmos para ações mais concretas.

O que a polícia diz com descaso se tratar de baixas do tráfico, são, na verdade, jovens sem perspectivas de vida que vêem na venda de drogas para a classe média Barra-Pituba a única forma de comprar o tênis maneiro, a bermuda de surfista- que ele nunca será. 

Outros, tentam passar incólumes a essa realidade, mas sabem que a qualquer momento podem ser a próxima vítima. Esse é o caso de um amigo que trabalha com “serviço geral”  e cujo maior sonho é fazer um curso de webdesing, arranjar um emprego melhor e sair da rua onde mora. Graças à solidariedade de algumas pessoas muito especiais, ele, em breve, começa a fazer o curso. Mas isso não é garantia de vida, não no Engenho Velho da Federação da Bahia. Não é também no Nordeste de Amaralina, na Boca do Rio, em Plataforma, em Mussurunga, na Barros Reis, no São Caetano, em Pirajá, em Tancredo Neves, em nenhum lugar..

É por jovens como ele que rezo todos os dias. É por ele que temo, quase que diariamente, ao ler nas páginas frias do jornal, mais uma lista das “vítimas” do tráfico em Salvador.

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.