RETURN TO SENDER

setembro 27, 2008 às 3:50 pm | Publicado em 1 | Deixe um comentário

Crédito da charge

Dizem os especialistas que há mais de dez anos ele surgiu. Discreto,  nunca se manifestou, mas acabou sendo descoberto. Eu ouvia falar dele, mas nunca lhe dei muita atenção. Ignoro o que não me interessa.  Ele não veio só: apresentaram-me seus algozes, muitos tão brabos quanto o próprio.  Mesmo assim, não o via, não o conhecia, apenas ouvia falar de sua existência. Mas não teve. As provas de sua existência agora são inexoráveis.  E vê-lo, senti-lo e saber de sua presença, me deu um novo ânimo. Quem sabe não sigo o conselho de Fernando César e numa discussão tête-à-tête com o cara eu não consiga torná-lo mais ameno? Taí um bom momento para usar toda a lábia que aprendi nesta profissão, onde a palavra – escrita, dita ou não- é o que realmente conta.  E tenho dito!!

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: